Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Miss Sunflower And Animals

Sun, Love and Animals

Sun, Love and Animals

Miss Sunflower And Animals

30
Out18

Cavalos, os nossos amigos terapeutas no combate ao cancro da mama...

Vocês sabiam que os cavalos podem ajudar as doentes do cancro da mama na sua recuperação apôs o tratamento convencional!?

Hipoterapia e Cancro da mama.jpg

 

É uma grande descoberta de um estudo piloto publicado em 2014 por Claudia Cerullo, doutorada da Universidade de Roma, em parceira com um centor equestre em Viterbo, "II Giardino de Fillipo".

O estudo piloto, denomindado “Therapeutic Horseback riding in Breast Cancer Survivors — A Pilot Study”,  tinha como objetivo  estudar os efeitos psicológicos e fisiológicos da hipoterapia* em doentes do cancro da mama.

A investigação selecionou 20 pacientes com cancro de mama, seis meses após o fim dos tratamentos convencionais, que foram divididos em dois grupos e submetidos a um protocolo de terapia assistida com cavalos durante 16 semanas, com duas horas de atividade. O segundo grupo não fez terapia com os equídeos.

As conclusões, com base em todos os testes e medições, revelaram que o primeiro grupo, que tinha feito terapia assistida com cavalos, obteve uma melhoria significativa na capacidade aeróbica, composição corporal, alongamentos e qualidade de vida.
A Intervenção assistida com cavalos pode vir a ser uma terapia complementar na reabilitação física e psicológica e melhoria da qualidade de vida dos pacientes acometidos por cancro de mama.

Fabuloso, a capacidade dos animais nos ajudarem  e nos auxiliarem quando mais precisamos. Os animais são um elo de amor e equilíbrio para o nosso bem-estar.

 

Com gratidão,

 

Miss Sunflower

 

 *Hipoterapia - A hipoterapia é um método terapêutico alternativo que utiliza o cavalo com o seu movimento rítmico para influenciar o equilíbrio, a mobilidade e a postura do praticante. Na hipoterapia não se trata de uma aula de equitação, não se ensina a montar. Trata-se antes de uma forma de terapia que utiliza o cavalo como um interveniente, com objetivos específicos para cada indivíduo.  O praticante não exerce qualquer influência sobre o cavalo, deixa-se antes conduzir pelo mesmo. Uma vez posicionado sobre o cavalo, o individuo reage aos movimentos do cavalo que fornecem uma descarga sensorial devido ao facto de serem rítmicos e repetitivos.

 

Fonte:https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24963599

Photo by Ieva Vizule on Unsplash

07
Abr18

Quatro patas de saúde e bem-estar...

Além do carinho e da amizade, o convívio com os nossos amigos animais traz muitos benefícios para a nossa saúde física e mental em todas as idades.

A ligação entre o tutor e o animal promove o exercício físico, reduz o stress e traz mais felicidade e bem-estar.

De acordo com vários estudos e pesquisas, os animais de estimação aumentam o bem-estar emocional e psicológico.

O companheirismo animal tem sido associado à diminuição da depressão, da fadiga, da solidão, do stress e do isolamento social.

Em 2013, American Heart Association (AHA)* publicou uma pesquisa cientifica onde concluiu que possuir uma animal de estimação, principalmente cão ou gato, ajuda a diminuir os fatores associados ao risco cardiovascular.

Os tutores, dadas as necessidades dos animais, passeiam-os diariamente e essas caminhadas favorecem a perda de peso, ajudam a controlar a pressão arterial, potenciam a diminuição dos níveis de colesterol e stress o que consequentemente conduz a redução de problemas cardíacos.

Para além de que estes passeios e caminhadas, estimulam a aproximação entre pessoas. Uma vez que o animal requer convívio com outros animais e pessoas para a manutenção da sua qualidade de vida, o tutor começa a frequentar parques e outros ambientes que favorecem a interação social.

Os nossos companheiros de quatro patas são uma fonte de saúde e bem-estar para os seus tutores e familiares. 

Estes animais ajudam a diminuir a propensão de alergias e asma. A relação das crianças com animais de estimação desde cedo, ajuda a produção de anticorpos que evitam o aparecimento de alergias futuras.

Acarinhar um animal é uma atividade rítmica e repetitiva que pode atuar como foco inconsciente de meditação.  Pesquisas revelam que interagir com um animal de estimação pode reduzir os indicadores de stress a nível cardiovascular e psicológico. Os animais ajudam a relaxar e a diminuir a ansiedade.

Cuidar de uma animal de estimação é um grande compromisso por parte do ser humano, dado que os animais necessitam de ser alimentados, exercitados, cuidados e amados todos os dias. Ter um animal é um compromisso total. Esta prática ensina às crianças e aos adultos a comprometerem-se com as suas tarefas e, consequentemente, a tornarem-se mais maduros, diligentes e produtivos.

Os animais são terapeutas silenciosos. Muitas vezes, falamos com os nossos animais. Falamos sobre os nossos problemas, medos, preocupações e anseios com eles sem recear qualquer tipo de julgamento ou critica e eles tornam-se os nossos bons ouvintes. 

Os animais contribuem para o nosso bem-estar ao transmutarem a nossa energia menos positiva e ajudam-nos a tornarmo-nos em melhores seres humanos.

happy-family-with-dog-in-the-park_23-2147636824.jp

                                     Fonte da imagem :https://www.freepik.com 

 

Só benefícios e só boas razões para termos uma animal e para os valorizarmos ainda mais!!

Haja muita saúde e bem-estar ao lado dos nossos quatro patas!!

 

Com gratidão,

 

Miss Sunflower

 

 

 American Heart Association (AHA) - organização sem fins lucrativos.sediada nos Estudos Unidos que providencia cuidados, pesquisas e investigações com o intuito de evitar e reduzir as lesões e as mortes causadas pelas doenças cardiovasculares e AVC.

 

 

Fonte bibliográfica:

https://www.healthcentral.com/article/what-is-st-johns-wort

 

05
Abr18

Amigos suadáveis para os doentes com artrite reumatoide...

 

Estudos demonstram que os animais podem oferecer muito mais do que a sua companhia e que são grandes terapeutas para os doentes com doenças crónicas como a artrite reumatoide.

090716_petshelpcope_BODY.jpg

 

Para estes doentes, ter e cuidar de um animal revela-se numa grande fonte de conforto e estabilidade em lidar com o desconhecido que advém de viver com a doença crónica. Os animais ajudam a reduzir o stress, aumentam a autoestima e a longevidade destes doentes.

A artrite reumatoide é uma doença inflamatória crónica das articulações de natureza autoimune, ou seja, é  uma doença em que o nosso sistema imunitário, por um motivo ainda desconhecido, começa-se a "enganar" e passa a "atacar" as células e os tecidos do próprio organismo.

Esta doença afeta, com muita frequência, as articulações das mãos, punhos, joelhos e pés, manifestando-se em dor, rigidez, deformação e perda de mobilidade das articulações.

Quando não tratada precoce e corretamente, a artrite reumatoide acarreta graves consequências para os doentes, traduzidas em incapacidade funcional e incapacidade para o trabalho.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo British Society of Rheumatology, 40% dos doentes com artrite reumatoide sofrem de depressão. A depressão e a artrite reumatoide estão associadas ao aumento da dor, a fadiga, a redução da qualidade de vida relacionada com o aumento dos níveis de incapacidade física. Os dados desta pesquisa sugerem que os animais são excelentes companheiros para estes doentes e que contribuem para a sua saúde psicológica durante os momentos mais difícieis tornando-os mais calmos e confortáveis.

Os doentes com artrite reumatoide devem praticar atividade física como um componente chave para controlar as dores que a doença causa. Daí que ter um animal de estimação irá ajudar e promover a atividade física destes doentes e melhorar o seu bem estar físico, psíquico e emocional.

De acordo com o Centers of Disease Control (CDC), nos EUA, os animais ajudam a reduzir os sentimentos de solidão e isolamento que muitos doentes com artrite reumatoide tendem a manifestar e a experienciar.

Ao terem e ao cuidarem de um animal, fazem mais atividade física, movem-se mais como resposta as necessidades dos animais de caminhar, passear, brincar, experienciar o exterior, tornando-os mais ativos e mais sociáveis com outros tutores de animais e vizinhos.

 

É fabuloso como os animais são uma fonte de apoio emocional e mental fundamental para estes doentes!!

Já pensaram em como estes seres maravilhosos podem melhorar a vida destes doentes como terapia alternativa?? Como devíamos ainda dar-lhes mais valor por nos auxiliarem como nossos terapeutas!??

 

Fazem tanto por nós!! São os nossos "anjinhos na terra"! 

 

Com gratidão,

 

                                                                                    Miss Sunflower

 

 

Fonte Bibliográfica :

https://www.healthline.com/health-news/pets-healthy-friends-for-people-with-ra#1
https://www.cdc.gov/healthypets/health-benefits/
https://www.sns.gov.pt/noticias/2016/04/05/dia-nacional-do-doente-com-artrite-reumatoide/
https://www.everydayhealth.com/columns/my-health-story/can-pets-help-people-with-rheumatoid-arthritis/
https://academic.oup.com/rheumatology/article/52/12/2136/1800940

Fonte da imagem:

https://www.healthline.com/health-news/pets-healthy-friends-for-people-with-ra

 

 

 

Instagram

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.